DireitosHistória das Sete Cidades da Serra da Ibiapaba-Ce Antonio Carlos de Oliveira Barreto Categoria: Literatura de Cordel Idioma: Português Instituição: Akadicadikum CordelCurtir o Pedro Bial E sentir tanta alegria É sinal de que você O mau-gosto aprecia Dá valor ao que é banal É preguiçoso mental E adora baixaria. Há muito tempo não vejo Um programa tão ‘fuleiro’ Produzido pela Globo Visando Ibope e dinheiro Que além de alienar Vai por cer...

InformaçõesTítulo:Labareda -Camisinhas para todosAutor:   José João dos Santos (Mestre Azulão)Categoria: Literatura de CordelIdioma: PortuguêsInstituição:  Ablc Cordel AIDS é uma moléstia De temeridade imensa Você vê televisão? Ouve rádio, lê imprensa? Não fique aí de joelhos Tome logo meus conselhos Para evitar a doença AIDS não pega no beijo Nem num aperto de mão É transmitida no sangue Através da transfusão Ou na extração de dente Se usar d...

No Comments Jerfeson Bahia da SIlva de Souza Read More

Informaçõesh1Labareda - O Capador de Covardes Gonçalo Ferreira da Silva Categoria: Literatura de Cordel Idioma: Português Instituição:  Ablc Cordel Como criação divina a vida fosse entendida representaria a morte simples porta de saída para conduzir o homem à plenitude da vida. Os audazes bandoleiros do cangaço no sertão não davam valor à vida disprovidos de noção do que ela representa para o Pai da Criação. Numa das reuniões que sempre fazia ...

No Comments Jerfeson Bahia da SIlva de Souza Read More

DireitosCordel para Pixinguinha Autor:    Gustavo Dourado Categoria: Literatura de Cordel Idioma: Português Instituição:  Ablc Cordel Alfredo da Rocha Viana Filho Eterno Compositor Nasceu lá na Piedade Menino bom de valor De apelido Pizindim Instrumentista arranjador... Pizindim mais Bexiguinha Novo nome originou Nosso Mestre Pixinguinha Ao mundo se revelou Da infância no Catumbi O bamba se originou... Alfredo era seu pai Do Choro, apreciador ...

No Comments Jerfeson Bahia da SIlva de Souza Read More

InformaçõesSaudação ao Juazeiro do Norte Patativa do Assaré Categoria: Literatura de Cordel Idioma: Português Instituição:  Ablc CordelMesmo sem eu ter estudo sem ter do colégio o bafejo, Juazeiro, eu te saúdo com o meu verso sertanejo Cidade de grande sorte, de Juazeiro do Norte tens a denominação, mas teu nome verdadeiro será sempre Juazeiro do Padre Cícero Romão. O Padre Cícero Romão que, vocação celeste foi, com direito e razão o Apóstolo ...

No Comments Jerfeson Bahia da SIlva de Souza Read More

InformaçõesTítulo:História do Boi Leitão ou O Vaqueiro que não mentiaAutor:    Francisco Firmino de PaulaCategoria: Literatura de CordelIdioma: PortuguêsInstituição:  Ablc CordelNuma cidade distante Há muito tempo existiu Um distinto fazendeiro O mais rico que se viu E tinha um jovem vaqueiro Homem que nunca mentiu. Também esse fazendeiro Muitas lojas possuía Tinha muitos empregados Porém ele garantia Que só aquele vaqueiro Era sério e não men...

No Comments Jerfeson Bahia da SIlva de Souza Read More

InformaçõesMal assombrada peleja de Francisco Sales com o "Negro Visão" Francisco Sales Arêda Categoria: Literatura de Cordel Idioma: Português Instituição:  Ablc CordelSenhores, quem é poeta está sujeito encontrar com espírito maconheiro cheio de truque e azar que na vida foi poeta morreu inda quer versar. Digo assim porque comigo deu-se uma trapalhada: noite de senhor São João eu caí numa emboscada que pensei me acabar sem ver o fim da jorna...

No Comments Jerfeson Bahia da SIlva de Souza Read More

DireitosBrasil Caboco Zé da Luz Categoria: Literatura de Cordel Idioma: Português Instituição:  Ablc CordelO qui é Brasí Caboco? É um Brasi diferente do Brasí das capitá. É um Brasi brasilêro, sem mistura de instrangero, um Brasi nacioná! É o Brasi qui não veste liforme de gazimira, camisa de peito duro, com butuadura de ouro... Brasi caboco só veste, camisa grossa de lista, carça de brim da “polista” gibão e chapéu de coro! Brasi caboco num c...

No Comments Jerfeson Bahia da SIlva de Souza Read More

DireitosO Imposto de Honra Leandro Gomes de Barros Categoria: Literatura de Cordel Idioma: Português Instituição:  Ablc CordelO velho mundo vai mal. E o governo danado Cobrando imposto de honra Sem haver ninguém honrado. E como se paga imposto Do que não tem no mercado? Procurar honra hoje em dia É escolher sal na areia Granito de pólvora em brasa Inocência na cadeia Agua doce na maré Escuro na lua cheia. Agora se querem ver O cofre público es...

No Comments Jerfeson Bahia da SIlva de Souza Read More

DireitosA Morte de Chico Mendes Deixou Triste a Natureza Manoel Santamaria Categoria: Literatura de Cordel Idioma: Português Instituição:  Ablc CordelO poeta não descansa seu pensamento um instante. Muitos o julgam presente, sem o saberem distante. A matéria: residente... o espírito: renitente, preocupado e vagante! A poesia desempenha um papel primordial, neste país atolado no terrível lamaçal do crime e corrupção, e paternal proteção às dura...

No Comments Jerfeson Bahia da SIlva de Souza Read More

NÃO CABE NO PEITO
Poemas / julho 29, 2015

DireitosNão cabe no peito Aurineide Alencar de Freitas Oliveira Categoria: Literatura de Cordel Idioma: Português Cordel Uma grande chama Acendendo no peito! Segue relembrando Coração saltitando Parece perfeito! Silencia a noite Pensando melhor! Uma chama queimando Coração saltitando Parece maior! E todos percebem Tão grande alegria! Está sempre aumentando Coração saltitando Parece magia! É um sentimento De tanta emoção Quase estoura...

ESQUECIDA NA CAIXA
Poemas / julho 29, 2015

DireitosEsquecida na caixa Aurineide Alencar de Freitas Oliveira Categoria: Literatura de Cordel Idioma: Português site: Cordelista Aurineide Cordel A carta já amarelada, volta à memória. A velha história que estava guardada Na carta rasgada. A letra tremida pede um beijo Como te desejo! O meu peito arde, aquela saudade! E dizer que te amo sei que não é tarde! Quando estou ao teu lado Meu mundo! Meu eu! Fica a ansiedade! Teus lábios ...

Marcas Que O Tempo Não Apaga – Poemas
Poemas / julho 28, 2015

InformaçõesTítulo: Marcas que O Tempo não Apaga Autor: Flávio Dantas Categoria: Literatura de Cordel Poemas Idioma: Português site: flaviodantasrn.blogspot.com.br CordelTem sentimentos na vida Que a nossa mente afaga, Principalmente no jovem Nas etapas em que se paga, Ficam marcas no coração De alegria ou aflição Que o Tempo não Apaga. Em nossa adolescência São muitas as emoções, Sentimentos vão surgindo Balançando corações, Oportuni...

Bagagem poemas
Poemas / julho 28, 2015

InformaçõesBagagem Tere Penhabe Categoria: Literatura de Cordel Poemas Idioma: Português Site: amoremversoeprosa.com CordelQuando vim para esse mundo, eu trouxe pouca bagagem. Avisaram de antemão, que era uma longa viagem, mas tudo que eu precisasse, quando aqui não encontrasse, faria politicagem. Já me mandaram sem roupa, pra começo dessa prosa, não procede a economia. Ô situação desonrosa! E uma parteira fuleira, muito lá da zombet...

BIG BROTHER BRASIL UM PROGRAMA IMBECIL
Literatura de Cordel / julho 26, 2015

DireitosHistória das Sete Cidades da Serra da Ibiapaba-Ce Antonio Carlos de Oliveira Barreto Categoria: Literatura de Cordel Idioma: Português Instituição: Akadicadikum CordelCurtir o Pedro Bial E sentir tanta alegria É sinal de que você O mau-gosto aprecia Dá valor ao que é banal É preguiçoso mental E adora baixaria. Há muito tempo não vejo Um programa tão ‘fuleiro’ Produzido pela Globo Visando Ibope e dinheiro Que além de alienar V...

CAMISINHAS PARA TODOS
Literatura de Cordel / julho 25, 2015

InformaçõesTítulo:Labareda -Camisinhas para todosAutor:   José João dos Santos (Mestre Azulão)Categoria: Literatura de CordelIdioma: PortuguêsInstituição:  Ablc Cordel AIDS é uma moléstia De temeridade imensa Você vê televisão? Ouve rádio, lê imprensa? Não fique aí de joelhos Tome logo meus conselhos Para evitar a doença AIDS não pega no beijo Nem num aperto de mão É transmitida no sangue Através da transfusão Ou na extração de dente...

LABAREDA – CAPADOR DE COVARDES
Literatura de Cordel / julho 25, 2015

Informaçõesh1Labareda - O Capador de Covardes Gonçalo Ferreira da Silva Categoria: Literatura de Cordel Idioma: Português Instituição:  Ablc Cordel Como criação divina a vida fosse entendida representaria a morte simples porta de saída para conduzir o homem à plenitude da vida. Os audazes bandoleiros do cangaço no sertão não davam valor à vida disprovidos de noção do que ela representa para o Pai da Criação. Numa das reuniões que sem...

CORDEL PARA PIXINGUINHA
Literatura de Cordel / julho 25, 2015

DireitosCordel para Pixinguinha Autor:    Gustavo Dourado Categoria: Literatura de Cordel Idioma: Português Instituição:  Ablc Cordel Alfredo da Rocha Viana Filho Eterno Compositor Nasceu lá na Piedade Menino bom de valor De apelido Pizindim Instrumentista arranjador... Pizindim mais Bexiguinha Novo nome originou Nosso Mestre Pixinguinha Ao mundo se revelou Da infância no Catumbi O bamba se originou... Alfredo era seu pai Do Choro, a...

SAUDAÇÃO AO JUAZEIRO DO NORTE
Literatura de Cordel / julho 25, 2015

InformaçõesSaudação ao Juazeiro do Norte Patativa do Assaré Categoria: Literatura de Cordel Idioma: Português Instituição:  Ablc CordelMesmo sem eu ter estudo sem ter do colégio o bafejo, Juazeiro, eu te saúdo com o meu verso sertanejo Cidade de grande sorte, de Juazeiro do Norte tens a denominação, mas teu nome verdadeiro será sempre Juazeiro do Padre Cícero Romão. O Padre Cícero Romão que, vocação celeste foi, com direito e razão o...

HISTORIA DO BOI LEITÃO OU O VAQUEIRO QUE NÃO MENTIA
Literatura de Cordel / julho 25, 2015

InformaçõesTítulo:História do Boi Leitão ou O Vaqueiro que não mentiaAutor:    Francisco Firmino de PaulaCategoria: Literatura de CordelIdioma: PortuguêsInstituição:  Ablc CordelNuma cidade distante Há muito tempo existiu Um distinto fazendeiro O mais rico que se viu E tinha um jovem vaqueiro Homem que nunca mentiu. Também esse fazendeiro Muitas lojas possuía Tinha muitos empregados Porém ele garantia Que só aquele vaqueiro Era sério...